Tratamento da ENXAQUECA com a Medicina Tradicional Chinesa

enxaquecaa

O QUE SÃO enxaquecas?

As enxaquecas são um tipo específico de dor de cabeça. Duram entre 4 a 72 horas, são de natureza latejante e pulsátil, de intensidade moderada a intensa, normalmente são unilaterais e pioram com o esforço. Associado às enxaquecas também pode ocorrer náuseas, vómitos, sensibilidade à luz, ao som ou a certos cheiros. Para ser diagnosticado como sofredor de enxaquecas apenas necessita de apresentar 3 ou 4 destes sintomas. Atualmente, estima-se que cerca de 10% a 15% da população portuguesa sofre de enxaqueca.

Qual é a causa?

De acordo com a medicina ocidental, a causa da enxaqueca é desconhecida e os seus mecanismos são pouco compreendidos. No entanto, sabe-se que alguns dos factores que a desencadeiam são as alterações hormonais, alterações do sono, alterações na pressão atmosférica, a fome e o stress.

COMO É QUE A MEDICINA CHINESA trata as enxaquecas?

Porque cada paciente apresenta o seu próprio padrão e mecanismo para a enxaqueca, o primeiro passo para o tratamento com a Medicina Chinesa é efetuar um diagnóstico e determinar quais os padrões que estão envolvidos. É este diagnóstico que permite ao especialista determinar qual a combinação de terapias mais adequadas a cada paciente. As terapias podem consistir em acupuntura, fitoterapia chinesa e/ou massagem Tuiná. Tipicamente consiste também em dieta (modificação de alguns hábitos alimentares) e alterações de estilo de vida para tratar a raiz subjacente à doença. A acupuntura pode ser usada tanto de forma preventiva como durante um ataque. Muitas vezes, a acupunctura pode parar ou diminuir a dor após poucos minutos da inserção das agulhas.

Como é que eu sei que a Medicina Chinesa funciona?

Foram realizados vários estudos na República Popular da China que confirmam que a Medicina Chinesa é segura e eficaz no tratamento deste tipo de dor de cabeça. Em seguida apresento apenas dois exemplos: Wang Xian-qi e Sun Qing trataram 52 casos de enxaquecas persistentes com fórmulas herbáceas chinesas, conforme descrito em New Chinese Medicine (#7, 1996), com uma taxa de melhoria total de 94,2%. Bai Hui-min tratou 65 casos de enxaqueca com acupuntura (Tianjin College of Chinese Medicine Journal, # 2, 1996) e obteve uma taxa de melhoria total de 95.3%.

Anúncios