Tratando a Rinite com a Medicina Chinesa

alergia-rinite-sinusite

Cerca de ¼ da população Portuguesa sofre de Rinite Alérgica, ou seja, cerca de 2,5 milhões de Portugueses. É de realçar também que a ocorrência de alergias nos países desenvolvidos tem vindo a aumentar substancialmente nos últimos anos.

O que causa a Rinite Alérgica?

A Rinite Alérgica é essencialmente uma reação errónea do nosso sistema imunitário, a partículas em suspensão que, normalmente, não provocam qualquer tipo de problema. Estas partículas podem ser pólen, pó, pêlos de animais ou bolor. A alergia também pode a insetos e às suas fezes. A maioria das pessoas inalam tudo isto sem causar qualquer tipo de reação alérgica. No entanto quando essas partículas são inaladas por pessoas que sofrem de alergias, o corpo reage como se estivesse a ser invadido por um agente patogénico. Ocorrem sintomas tais como: espirros, corrimento nasal, nariz entupido, olhos vermelhos com comichão e a lacrimejar, dor de cabeça e até sintomas asmáticos tais como pieira, respiração ofegante e tosse.

Na medicina convencional, o tratamento consiste numa combinação de corticoesteróides, anti-estamínicos e descongestionantes. Apesar dos efeitos secundários destes medicamentos serem menores comparativamente ao passado, muitos pacientes preferem não tomar estes medicamentos durante longos períodos de tempo. Felizmente a Medicina Chinesa dispõe de alternativas  aos medicamentos ocidentais no que diz respeito à Rinite Alérgica e a outros tipos de alergias.

Como é que a Medicina Chinesa trata a Rinite Alérgica?

Em primeiro lugar, elabora-se um diagnóstico à luz da Medicina Chinesa para verificar quais os padrões de desarmonia que estão presentes. Baseado depois neste diagnóstico elabora-se um plano terapêutico personalizado. O tratamento é normalmente dividido em 2 fases. Durante a fase aguda os tratamentos são direcionados principalmente para aliviar o desconforto (sintomas). Entre essas mesmas fases, o tratamento é direcionado para tratar a raiz do problema, eliminando ou reduzindo ataques posteriores.

Rinite Alérgica e Dieta

A dietética terapêutica é normalmente importante na maior parte dos casos e influência bastante o resultado terapêutico final. Em particular, deve-se evitar açúcar e doces, sumos de fruta, lacticínios, excesso de comida fria e crua, etc.

Anúncios